Mobile-First Indexing – Oque é? Quais serão os impactos?

Bem, se você trabalha no mercado digital, aplicando técnicas do marketing de conteúdo, por exemplo, este assunto é para você!

Você ficou sabendo do Mobile-First Indexing?

Isto visto que ele, sem dúvidas, irá impactar muito o SEO e alguns outros aspectos do mundo digital, então trate de se adequar.

O mobile já não é mais um universo paralelo, ele é uma existência e está só crescendo, até mesmo, pesquisas apontam que a maior parte dos acessos à internet é executado por dispositivos móveis.

Você sabia que a maior parte esmagadora das pesquisas são feitas via smartphones e tablets, e a tendência é aumentar?

Tudo isto não deveria ser uma novidade para você, especialmente, se você trabalha com os métodos do maior buscador do mundo, ter um site mobile otimizado não é mais uma opção.

Essa e outras mudanças como o AMP HTML são de que o mercado digital está mudando na execução de priorizar os acessos móveis.

O próximo passo, já em desempenho, é o Mobile-First Indexing. Se você não faz ideia do que se trata ou apenas não está conhecendo bastante bem como isto vai modificar alguns negócios essenciais dentro do mercado digital… não perca tempo e vem entender essa mudança!

Mobile-First-Indexing

Sem muita enrolação, o que é o Mobile-First Indexing?

Se você chegou até esse artigo, garanto que você não sabe do que se trata o Mobile-First Indexing.

E se você notou uma diferença na indexação e rankeamento do seu site nos resultados de pesquisa orgânico, você precisa correr e criar um site mobile otimizado, o Mobile-First Indexing ainda não é uma versão definitiva irá ocorrer muitas mudanças ao longo do tempo.

Se prepare para essa mudança, por que vai revolucionar a forma de se trabalhar o marketing de conteúdo.

De forma clara, trata-se de uma nova forma de indexação do Google, onde seu site mobile dará muito mais força para seus conteúdos serem indexado pelo Google.

Como isso é possível?

Em todos os sites que administramos cerca de 68% dos acessos são de dispositivos móveis, mostrando a grande mudança do mercado e da forma de interagir das pessoas, já parou para pensar que hoje ninguém mais presta atenção em banners, outdoors ou mídia impressa?

Após a criação do Mobile-First Indexing todo site que tiver uma página mobile otimizada com as normas do Google, terá um peso maior do que o site bem otimizado para o desktop.

O Mobile-First Indexing Promete revolucionar a forma de divulgar conteúdos

A primeira e grande diferença com essa mudança, é que seu site será avaliação do seu conteúdo será feita primeiramente no mobile, e assim será determinado se seu conteúdo é melhor que a maioria nos resultados de pesquisa.

Sendo assim você não terá a escolha de não caprichar na versão mobile do seu site, lembrando que isso está sendo pautado desde 2016, então seja rápido que pegue essa onda enquanto é novidade!

Essa novidade irá mudar muito os seus resultados de busca, então fique ligado em suas análises no Web Master Tools, se notou alguma diferença, pode nos procurar que vamos solucionar seu problema.

Impacto do Mobile-First Indexing

E se já notou uma mudança, como está acima, seu site já está sendo penalizado por não ter uma versão mobile adequada para o Google.

Mas você não precisa entrar em pânico, como toda novidade que o Google lança, essa mudança será implementada aos poucos e sofrera muitas modificações, mas o ideal é se adaptar sempre e seguir as tecnologias.

Mas o objetivo é examinar a eficiência da nova maneira de indexação para sites mobiles, é evidente, que não foi criada para provocar grandes prejuízos há quem também está se adaptando.

Dependendo do dispositivo de acesso, o Google irá exibir os resultados de busca mobile ou desktop.

Lembrando que tudo isso ainda é uma novidade, e reviravoltas ainda podem acontecer por estar em fase de testes.

Se você gostou desse conteúdo ou está precisando e ajuda com seu site deixe seu comentário abaixo.

Um forte abraço, e até breve!